segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Contos Completos - Liev Tolstói (I)

Farei meio que uma série com esses contos, na verdade um post com um apanhado geral de alguns contos que li.

E hoje falarei um pouquinho sobre os contos:
  • A incursão
  • Memórias de um marcador de bilhar
  • A derrubada da floresta
  • Sebastopol no mês de dezembro
  • Sebastopol em maio
  • Sebastopol em agosto de 1855
Esses contos foram o meu primeiro contato com Tolstói, e achei que depois de "A incursão" minha jornada nesses contos poderia ser um pouco enfadonha, afinal de contas eu não tenho um pingo de paciência de ler sobre guerra e os clássicos sempre me deixam com um pé atrás por causa de sua escrita mais rebuscada e umas palavrinhas um pouco mais complicadas, algo que Tolstói não usou tanto assim ou pelo menos fez de forma não tão dolorosa.

Após terminar "Memórias de um marcador de bilhar" a cena começou a mudar, começou a ficar mais divertida, afinal de contas eu queria mas não poderia esperar que um conto escrito numa época de guerra falasse de outra coisa, achei interessante como o cotidiano daqueles personagens foi contado, e o final um pouco sombrio deu o tom que deve-se acompanhar nos contos seguintes.

E sobre os próximos contos, precisamos falar sobre os contos de Sebastopol, e o destaque vai em especial para "Sebastopol em agosto de 1855", este conto me prendeu do início ao fim, com um fim surpreendente, Todos os contos de Sebastopol retratam a guerra da forma como ela é, mas com um toque especial, os personagens contam seus sentimentos e isso torna a coisa mais real. Lembra que falei que não tenho paciência para ler sobre guerra? Pois é, a coisa mudou totalmente neste três contos.

Que venham os próximos contos..

Nenhum comentário:

Postar um comentário