segunda-feira, 21 de março de 2016

Os Dentes de Lázaro - Petras Furtado

Em Os Dentes de Lázaro esperei tudo menos o que li nesse conto, mas lógico que não estou falando como algo negativo, achei o conto bem interessante, tendo um quê daquelas estórias retratadas no interior do nordeste brasileiro, casal se conhece, o pai da moça quer matar o carinha, o casal finalmente casa e ponto final, ou não, por quê com certeza vai acontecer muita coisa, e foi o que aconteceu no conto, na verdade aconteceu de tudo, mas infelizmente de forma acelerada.

Você pode chegar pra mim e falar: Mas Daniel, é um conto, você queria que o autor escrevesse longas páginas sobre a estória? Não! Na verdade achei estranho como os fatos correram tão rápido, parece que o autor pegou o melhor do clichê de estórias escritas por nordestinos e colocou numa obra acelerada sem enrolação. Novamente, achei estranho, um estranho bom e não um estranho ruim, se é que você me entende.

Um dos fatos que me faz ficar pensando e tentando entender é destacado do título, "Os Dentes", algo bem sem sentido se você ler o conto, até onde vi, os dentes do personagem é citado umas duas vezes e que nada tem a ver com a estória em si. Eu entendi bem sobre a referência à Lázaro, mas sobre os dentes..

Dei 3 estrelas na Amazon, e você pode encontrar o conto aqui: "Os Dentes de Lázaro".

Nenhum comentário:

Postar um comentário