segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

As melhores histórias de Sherlock Holmes - Sir Arthur Conan Doyle


Recentemente acabei de ler essa coletânea de estórias de Sherlock Holmes feita pela L&PM, infelizmente pensei que este livro traria estórias não publicadas em outros livros da editora, mas na verdade é realmente uma coletânea de publicações presentes em outros livros.

O que acho chato, porque a editora não avisa no livro, o que me faz ter vários livros na coleção com contos repetidos.

De qualquer forma, é uma boa opção para quem quer conhecer o detetive, ele traz as seguintes cinco estórias:
  1. A Faixa Malhada
  2. Um Escândalo na Boêmia
  3. A Liga dos Cabeça-Vermelha
  4. O Problema Final
  5. A Casa Vazia
O interessante deste livro, é que ele reúne o "último conto" de Sherlock Holmes e a volta do personagem, talvez não seja uma boa pedida pra quem quer começar a conhecer o personagem, mas Um Escândalo na Boêmia é um ótimo conto e introduz A mulher, Irene Adler.

Pela seleção de estórias, dou uma nota 8 para o livro.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Morte nas Nuvens - Agatha Christie

Mais uma estória da Agatha Christie que simplesmente faz com que você queira descobrir o mistério, mas no fim sempre vai errar os palpites que der.

A estória acontece num vôo da França para a Inglaterra, e para ser uma verdadeira estória da Agatha, há um assassinato, em pleno vôo, e o pior de tudo é que ninguém viu quem matou a vítima, mas sabe-se que foi utilizado uma zarabatana e um dardo envenenado.


Para aumentar ainda mais a impossibilidade, o detetive belga Poirot estava no mesmo vôo, mas dormiu durante todo o trajeto.

Iremos descobrir sobre o passado de muitos, e as suspeitas começam a aparecer ou a aumentar nas viagens de ida à França ou Inglaterra. Até certo ponto, alguns não seriam apontados como assassinos, mas de uma hora pra outra, segredos começam a pipocar, e lógico, a lista de nomes cortados começa a diminuir.

No fim das contas muitos mistérios surgem e o que parece ser, não é. A Agatha tem disso, de criar coisas que não aparecem no livro e algo bem improvável surge do nada.

Recomendo o livro com toda certeza, a rainha do crime sabe bem como enganar alguém, além disso, é bom exercitar a massa cinzenta, como diria o senhor Poirot.